segunda-feira, 6 de agosto de 2007


Necessidade

Finalmente ele veio
E você o sentiu te pegar pelos braços,
Te tirando de dentro da garrafa
Em cima da cama de um quarto frio.

Acabou a dor... acabaram os abusos.
Você sente que sai pala janela
E deixa para traz as culpas e o choro.
Os anos de sofrimento chegaram ao fim!

Mesmo semi acordada
É perceptível o bater de suas asas.
O vento, suavemente, limpa seu rosto
E a poeira que resta deste lugar
Começa a ficar no tempo... no ar...

Sim você está feliz!
Talvez não se lembre de como é isso...
De como é se sentir segura, tranqüila e imortal!

Mesmo que os sonhos terminem,
Eles só terminam em sua cabeça!
Haverá sempre alguém sonhando,
Isso faz com que seus sonhos se realizem
Mesmo que não acredite mais neles!

Nenhum comentário:

Postar um comentário