sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Paulistas de todos os lugares!

Rio Tietê, simbolo paulista, (ainda limpo) em 1905

Por Diego Calvo

O infeliz comentário daquela garota no twitter sobre afogar um “nordestino”, causou um alvoroço sem precedentes. Mostrou um contraste onde não o há. Quem é paulista, afinal? Tanto se fala em ser carioca, baiano, capixaba, gaúcho, etc. Mas o que é ser paulista?

Eu sou paulista, filho de uma pernambucana chegada aos solavancos do “pau de arara” e de um português embarcado por 15 dias no porão de um navio. Digo mais, apesar de suas origens, meus pais são paulistas!

A grandeza de nosso Estado deve-se a migração de povos de todas as partes, nossa história se baseia nisso. Quem eram os Bandeirantes se não portugueses e filhos destes misturados a africanos e indígenas? (aliás, se formos nesta linha, os únicos paulistas e brasileiros são apenas os índios).
Mas quem são os paulistas?

Todos nós, que vivemos e criamos raízes neste grande Estado, somos os malfadados paulistas! Paulistas de Três Corações, paulistas de Pernambuco, paulistas do Piauí, paulistas da Espanha, Portugal, França, Japão, etc. Adaptamo-nos a quatro estações em um único dia, ao trânsito e a carga horária de trabalho.

Embora pareça um grito de preconceito contra os outros, não vejo problema em vestir a camisa do Estado, porque nasci aqui, porque meus amigos vieram para cá e porque mesmo que eu não tivesse nascido aqui, me identifico com esta terra.

Sim, São Paulo é a locomotiva do Brasil, não há o que contestar, mas para que serve uma locomotiva sem os preciosos vagões? Não carregamos o Brasil nas costas, mas, com certeza, alavancamos muito a economia e isso é uma grande responsabilidade, visto que podemos ser responsáveis pela sua queda.

Porque não assumir? Nós dizemos isso de Nova York em relação aos EUA sem nenhum preconceito, assim como de Tókio para o Japão. No entanto, esta situação não dá direito a nenhum tipo de preconceito, nem de dizer que nordestino é preguiçoso ou sem cultura, nem que paulista é metido ou burro de carga.

Enquanto isso, lá fora, fora do Brasil, todos nós, paulistas, nordestinos, mineiros, gaúchos, somos brasileiros! E você, caro leitor, sabe como o brasileiro é conhecido? Te garanto que não é pela miscigenação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário