segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

De novo, mais uma vez, novamente...


Foto: Diego Calvo
Texto: Diego Calvo


Mais um dia de chuva, mais um dia de caos, ou, noite de caos. Carros ante carros se alinham, para mais uma jornada de três horas até as portas de suas respectivas garagens. Seus donos, a beira de um ataque de nervos, andam pelas vias alagadas dizendo: de novo!

Sim, caros leitores, de novo, mais uma vez, novamente...

E mais uma vez vemos, no dia seguinte, a cena mostra que a população tem uma grande culpa no “cartório aqüífero” desta mais uma inundação de verão. Os sacos de lixo, que ficaram empoleirados nas árvores da várzea do rio Tiquatira, dão a idéia de quem entope os bueiros e as vias de vazão d’àgua.

Como é que vamos lidar com isso? O que iremos fazer? Aposto que daremos com os ombros e seguiremos nosso caminho para o ano que vem, e... de novo, mais uma vez, novamente...





Nenhum comentário:

Postar um comentário