sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Greve de um homem só, e semi nu!


Por Diego Calvo
Foto Diego Calvo

A lei nº 7.783, de 28 de junho de 1989, nos garante o direito a greve!! Mas “péra lá”, a lei nos garante parar, fazer piquete, etc., mas tenhamos bom senso, a ideia é reivindicar através de ataques a parte mais sensível de um empresário, o bolso! Afinal, parar a produção é estagnar, de certa forma, os lucros (isto tudo na teoria, pois sabemos das falcatruas das greves em montadoras de carros e outras empresas).

Atacar o bolso, ok! Mas, por favor, não tentem atacar a “vergonha alheia” de seu chefe, como fez o rapaz da foto. Acredito na coragem do rapaz, nos direitos do trabalhador e na verdade sabida do velho ditado “o que é meu é meu e o que é seu é nosso!”.

Acontece que este jovem rapaz, com a vida inteira pela frente, não quer parar com uma guerra, como fez Gandhi, ele só quer o que é seu de direito, como horas extras e outras coisas que conquistou em seu longo período de 4 meses na empresa.

Agora pergunto a vocês, melhor recorrer à Justiça, como todos os outros milhões de brasileiros, ou ficar de cuequinha na porta da empresa correndo o risco de ter sua cara estampada no jornal? No caso, nosso herói conseguiu estampar a cara, e o resto do magro corpo ao sol da tarde de São Paulo, neste famigerado Blog.

Obs.: O dito ligou para o jornal dizendo que havia mais de 200 pessoas acorrentadas na porta da empresa!



E a reporter foi lá, com a cara e a coragem, sem medo de ficar atraída pelo sujeito

Nenhum comentário:

Postar um comentário