segunda-feira, 4 de abril de 2011

Não existem inocentes em meio a tantos culpados!




Texto: Diego Calvo
Fotos: Diego Calvo

Existe uma casa abrigo aqui em Guarulhos, chamada Fenix, onde um menor foi apreendido por policiais civis no dia 30/03/2011. Ele estava prestes a fumar um cigarrinho de maconha quando foi abordado. Segundo os policias, o adolescente de 14 anos disse que ia para a casa “fumar maconha mesmo!”


A incidência é grande. Eu mesmo já estava preparando uma matéria sobre os menores desta casa, visto a grande reclamação da vizinhança, até que recebemos a ligação de uma fonte dizendo da tal apreensão. Bom, o menor foi levado para a Vara da Infância e Juventude onde será julgado e, muito provavelmente, solto.

O que me garantiu o conselho tutelar é que uma criança só vai para o abrigo em ultimo caso, quando os pais não o querem mais ou quando um toldo qualquer torna-se o teto, a calçada a cama e a rua o quintal.

A história é difícil, mas o poder publico nada faz para mudar a situação. Em breve teremos mais presidiários com custos elevados para nós... sim, nós! Dinheiro meu e seu caro leitor.

Inocentes? Não existem inocentes em meio a tantos culpados! O que seriam das ONGs sem os menores infratores? Quanto dinheiro vai para organizações que cuidam das “crianças abandonadas”? Quando dinheiro os vendedores de drogas lavam ajudando seus clientes?

E estes infratores? Será mesmo que eles não se aproveitam das mãos que insistem em alisar suas cabeças dizendo “gente... eles são apenas crianças”!!!



Uma hora depois da apreensão, a cena era esta



Nenhum comentário:

Postar um comentário