quarta-feira, 4 de maio de 2011

Dica de livro- O Clube do Bangue-Bangue

Foto de Kevin Carter tirada no Sudão em 1992; esta imagem ganhou o Pulitzer de 1993

Por Diego Calvo


Kevin Carter e um sul-africano  se
protegendo dos tiros

Os quatro fotógrafos, Greg Marinovich, João Silva, Kevin Carter e Ken Oosterbroek são os protagonistas desta história real e empolgante que se passa na África do Sul, no período que compreende entre a libertação do líder político Nelson Mandela, em 1990, até sua eleição em 94. Estes quatro anos foram acompanhados por uma onda de terror que os amigos registraram com suas câmeras.

Fotografando, quase todos os dias, os conflitos armados entre o CNA (Congresso Nacional Africano), partido de Mandela, e o Inkatha, partido Zulu, o quarteto encarava a morte de perto.

No livro eles contam as historias aterrorizantes que cercaram aqueles dias e, também, comentam como conseguiram tirar fotos impressionantes que lhes renderam prêmios internacionais, inclusive, dois Pulitzers.

Capa do Livro
Em determinada época, uma revista sul-africana, fizeram uma matéria com eles e os apelidaram de “Paparazzos do bangue-bangue”. Depois de muito relutarem, por não quererem ser chamados de paparazzos, o nome foi mudado para Clube do bangüê-bangue.

Ao fim das contas, Ken Oosterbroek foi morto ao cobrir um conflito na cidade-dormitório de Thokoza, em 1994. Kevin Carter se matou aspirando a fumaça de seu próprio carro.

Anos depois, foi provado que o governo dos brancos era aliado do Inkatha e que abastecia os Zulus de armas e promovia matanças para enfraquecer o CNA.
 
Eles ainda abordam o velho dilema: Quando você vê alguém sendo assassinado, tira-se a foto ou ajuda a vítima?
O livro foi escrito por Greg Marinovich e João Silva. A versão brasileira é da Companhia da Letras com 336 paginas. Custa em torno de R$ 55,00.



Foto de Greg Marinovich; pulitzer de 1991

Nenhum comentário:

Postar um comentário