terça-feira, 2 de agosto de 2011

Brasil, um país de todos

Retratos do Brasil (foto: José Cruz/ABr)

Brasil, um país de todos

Por Diego Calvo
do BC

E a Dilma afirmou que combaterá a corrupção sistematicamente. Como deve ser isso? É a política do “Brasil para Todos”, ou seja, todos terão o direito de 15 minutos de fama e 15 minutos de roubalheira, pois entra um ministro, rouba, e pede demissão, aí a Dilma põe outro e continua o rodízio.


Na verdade a Dilma não coloca ninguém, é dado o ministério para o partido e eles é que ficam responsáveis pelo rodízio, assim ela pode usar a velha máxima, ensinada pelo seu tutor, “eu não sabia de nada!”

Vou votar na Dilma para reeleição, vai que não sobra mais nenhum político para a rotação e ela começa a chamar a população... tô dentro heim Dilminha... “é nóis”!

Já são cinco os ministérios alvo de investigação. A coisa está andando tão para a lama que, daqui a pouco, corrupção será pré requisito para assumir qualquer pasta... “Não! Este não vamos chamar porque ele tem a ficha limpa”, ou, “vai pegar mais experiência, sujar um pouco mais sua ficha, depois vem falar conosco”. Um currículo limpo de um político não vai mais se chamar ‘curriculum vitae’, mas ‘curriculum Evitae’.

E o Brasil segue assim, eles lá, nós cá, e no carnaval misturando tudo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário