terça-feira, 13 de março de 2012

Ensaio sobre os invisíveis


ENSAIO FOTOGRÁFICO “VIRADA CULTURAL INVISÍVEL”
A cor manteve o mesmo aspecto noturno do centro paulistano

Por Diego Calvo
Fotos Diego Calvo

Realizei este ensaio entre 2009 e 2010. Idealizei quando fui cobrir a Virada Cultural para uma agência de notícias.

Eu cobria um palco que ficava longe do QG, por isso, vira e mexe, eu tinha de andar um bom pedaço dos calçadões pelo centro da capital paulista.


Neste ínterim, com a câmera em punho, verifiquei que os moradores de rua pareciam invisíveis diante dos jovens que iam e vinham em busca de novas atrações. Foi aí que comecei a clicar.

Resolvi manter, nas fotos, a mesma cor do centro de São Paulo a noite, amarelo.

Uma curiosidade. Ao fotografar um dos moradores, ele se aproximou sem esboçar nenhuma intenção de me agredir ou resmungar. Enquanto vinha, fui fotografando. Perto, me pediu um dinheiro para o ônibus. Claro que eu disse que sabia que não era para o ônibus. Ele rio, “é para um café”. Eu, disse que sabia que não era para um café, “é para tomar uma cachaça não é?!”, perguntei. “Sim”, respondeu rindo de canto. “Então vamos no bar que vou tomar uma com você!”, e fomos nós conversando até chegar em um boteco.

Vejam algumas fotos. (clique na imagem para ampliar)




4 comentários:

  1. Exelenets fotos, Diego. Parabéns!!!
    Do amigo e também "retratista", ADP

    ResponderExcluir
  2. Excelente o retrato do descaso da sociedade e dos governantes ótimo trabalho fica evidente através das imagens a neglig~encia absouluta do por legislativo distante da realidade social dos dependentes quimicos abandonados a própria sorte.trabalho com profundidade social inimaginável do fotógrafo..que mostra aquilo que todos não querem ver mas é necessário.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Diego pela coragem e determinação .e na escolha do tema.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado André Luiz Duarte

    ResponderExcluir