segunda-feira, 23 de abril de 2012

Terra tupiniquim é parada preferencial dos grandes astros


Bob Dylan é um dos que vêm aproveitando as mãos abertas dos brasileiros

Metidos a bestas, nós não pensamos duas vezes em gastar uma nota preta para ver um mega show.

Por Diego Calvo
Foto Divulgação



Já percebeu como, nos últimos tempos, o Brasil tem sido a parada de vários cantores e bandas de muito sucesso? Alias, diria mais, não só de grandes sucessos, mas verdadeiros ‘pop stars’ e lendas da música, nunca vieram tanto ao país tupiniquim. Você sabe por quê?

Não. Não é por conta do amor que agora é declarado a alto e bom som. Até um tempo atrás, pelo que me lembro, tinha um show a cada ‘trocentos’ anos. Isso inclui diversos termos ridículos nos contratos, como centenas de toalhas brancas ou quartos com dezenas de garotos e garotas de programa.

--> Também não é por causa da copa do mundo ou das olimpíadas que o Brasil insiste em realizar a demérito das escolas e da situação social da maioria de seus filhos.

O que está atraindo estes super astros é o que sempre os motivou, money! Portanto, e o mais ridículo, o motivo não é o Brasil, mas a situação dos outros países que estes moços gostariam de estar.

Com a crise atingindo boa parte da Europa e o desemprego aumentando cada vês mais nos EUA, ninguém quer pagar 100 dólares para ver um show. Não quer pagar não, na verdade, eles não têm este dinheiro para gastar.

Agora, meu caro, anuncia um show do U2 aqui na terra brasilis? Pode cobrar 300 pilas que os ingressos acabam em questão de semanas. Acho que o Bob Dylan ligou para o Bono Vox e perguntou:

-- Pô Bono, diante dessa crise, como você ainda consegue limpar as nádegas com as verdinhas?

-- Fácil, marca um show no Brasil que, além de vender todos os ingressos, eles ainda descolam apresentações bônus, e esgotam os ingressos de novo.

-- Mas lá tem tanta banda boa! Será que eles vão querer pagar cento e poucos dólares em um show internacional?

-- Besteira! Brasileiros adoram dar dinheiro para os gringos! Você não lembra do Lula? Então...

E assim segue a conversa.

Até Lollapalooza veio para cá.

Está feia a coisa lá fora, mas aqui, apesar da pobreza, nós somos metidos a besta. Estes gringos vêm, dizem em um sotaque ridículo “rEu te rAmo Vrasil”, nós batemos palma e eles só ouvem o barulho da caixa registradora “trim trim”!

4 comentários:

  1. Anônimo9:47 AM

    Tem toda razão, mas fale do Lula não >) Ele mudou muita coisa pra melhor.

    Pelo menos o Rock in Rio não teve isso. O ingresso era 170 reais/dia, mas pra ver várias bandas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... mas o Lula ficou emprestando dinheiro a rodo para os estrangeiros cara...

      Excluir
  2. Anônimo6:46 AM

    O BRASIL TEM TANTA BANDA BOA???!!!!???! ONDE E QUEM SÃO ESSAS BANDAS?? JOTA QUEST? SKANK? RESTART? CALYPSO?? PELO AMOR DE DEUS VAI FALAR BESTEIRA ASSIM LÁ LONGE!! TIRANDO TITÂS E ENGENHEIRO NÃO SOBRA MUITA COISA AQUI NÃO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo sua ira, pois a terra brasilis tem muita banda idiota mesmo. No entanto, não vamos nos esquecer de Cachorro Grande, Barão Vermelho, Paralamas, los Hermanos, Engenheiros, Capital Inicial, Raimundos, Grinders, Lost Motel, Mombojo, Moveis Coloniais, Cine Florida, Sepultura, Ultraje, Nitro Minds, Mutantes, Made in Brasil, Sá e Guarabira, Camisa de Venus, Planet Hemp, O Rappa, Pato Fu, .... ufa... posso continuar aqui por muito tempo.Agora, na minha opinião, quem falou BESTEIRA foi você. Saia da televisão e vai pesquisar!!

      Excluir