segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Morre Dunkan, de "A espera de um milagre"


Ator, que representou o mais antagônico personagem dos cinemas, John Coffey, "como café, mas se escreve diferente", estava internado desde julho.

-->
Por Diego Calvo
Foto Reprodução

Morreu, hoje (no dia que escrevi 04/09/12), aos 54 anos, o ator de “A espera de um milagre”, Michael Clarke Duncan. Não, não foi na cadeira elétrica seus imbecis, o negócio é sério. Ele teria tido uma parada cardíaca em julho e foi reanimado por sua noiva, Omarosa Manigault, desde de então, permanecia internado.

Especialistas dizem que milagre foi Omarosa, que tem um tipo físico magra, ter reanimado um brutamontes de 1,96 m e 150 kg.

Duncan começou sua carreira fazendo papeis de segurança e de tipos relacionados ao seu porte físico. Mas foi em “A espera de um milagre”, que nosso saudoso ator arrancou lágrimas do público, inclusive as deste que vos escreve. E larga a mão de ser hipócrita, vai me dizer que não se emocionou quando olhou o guarda da milha chorar que nem criancinha? Se não sentiu nada, vai procurar um psiquiatra seu psicopata.

O BC te dá uma belo “salve”, caro Duncan, ao nobre estilo negrão brasileiro! Salve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário